Skip to main content

Quais são as melhores personalidades MBTI para cargos de gestão? Conheça as 4 principais

Se você já realizou o teste das 16 personalidades deve ter traçado paralelos também com suas decisões de carreira e, caso se interesse por cargos envolvendo liderança, saber quais as melhores personalidades MBTI para cargos de gestão pode ser útil na tomada de decisões, e entender se você tende naturalmente a esta área.

Além de uma ferramenta de auto análise, um teste de personalidade pode ajudar a tomar decisões de carreira. Assim, as melhores personalidades MBTI para cargos de gestão são as que reúnem características de quem é capaz de liderar, coordenando uma equipe de pessoas para alcançar um objetivo em comum.

Todas as diferentes personalidades possuem em si características que podem trazer consigo contribuições importantíssimas em situações diversas, por isso é importante perceber que, embora certos perfis se sobressaiam majoritariamente em determinados casos ou funções, tudo depende do contexto, e de a quem cabe a avaliação.

O teste das 16 personalidades, ou Myers-Briggs Type Indicator (MBTI) categoriza as pessoas com base em sua energia e motivação, como percebe o mundo, a maneira como toma decisões e estilo de vida, sendo assim uma potencial ferramenta para o autoconhecimento, mas também para as empresas.

Quais são as melhores personalidades MBTI para cargos de gestão? Conheça as 4 principais
Divulgação: Jake Beech, CC0, via Wikimedia Commons.

A forma mais popular de realizar este teste é a partir de um questionário em que se analisa diversas afirmações, avaliando o nível de concordância ou discordância pessoal sobre cada uma delas. Quanto mais sinceras as respostas, mais fidedigno é o resultado.

No sentido do autoconhecimento, o teste e seus resultados podem contribuir para olhar mais para as próprias convicções, ideais, para a forma de ver e o mundo e se portar nele. Desta forma, os resultados de um teste como este podem dar vestígios, entre outros aspectos, de quais decisões de carreira combinam mais com a própria personalidade.

Nas instituições, a análise de resultados deste teste pode ser utilizada no recrutamento de novos talentos, ou mesmo na identificação de necessidades dentro de um time, assim como possibilidades mais acertadas de promoções.

As 4 melhores personalidades MBTI para cargos de gestão

Vamos então à lista propriamente, e junto a cada personalidade uma pequena explicação sobre o que faz de cada qual um bom líder. Em comum a todas elas está a extroversão, característica que facilita muito na comunicação, pilar essencial para liderar uma equipe, mantendo os objetivos de uma instituição ou projetos evidentes.

Além da comunicação, a extroversão também é característica de pessoas mais seguras das próprias convicções, a ponto de defendê-las quando julgarem necessário. E tendo também o pulso firme para resolver situações complexas sob sua principal responsabilidade.

ESTP – Empresário

A personalidade Empresário está situada entre os exploradores, sendo por tanto própria de pessoas curiosas e ousadas, que não apenas gostam de, mas são frequentemente o centro das atenções por se destacarem das demais.

Diferentes de outros perfis dispostos nessa lista, o Empresário não se dá muito bem em situações mais regimentais, pautadas por rotinas sempre iguais e cheias de regras.

Rotinas e padrões podem ser importantes, mas pessoas com este perfil gostam mais de quebrar o que é tido como senso comum em nome da inovação, é assim que se sentem realmente vivos.

Em posições de gestão, os Empresários são ótimos em estimular uma equipe a enxergar além do óbvio, buscando soluções criativas. Mesmo porque, este perfil se destaca por enxergar detalhes dos quais a maioria não teria se dado conta.

ESTJ – Executivo

Muito diferentes dos Empresários, os Executivos prezam pela ordem, por valores mais conservadores e tradicionais, sentindo-se muito mais confortáveis ao seguir hierarquias e métodos preestabelecidos.

Para algumas pessoas, estas características podem ser as de alguém considerado caxias, certinho demais, mas prezar pela ordem junto a valores sólidos e caráter ilibado pode contribuir e muito na organização de um time.

Liderando através do exemplo, pessoas de perfil Executivo trabalham duro e reconhecem este como o único caminho para alcançar objetivos. E, por estarem entre os Sentinelas, tratam-se de pessoas estáveis e confiáveis.

 ENFJ – Protagonista

Os Protagonistas estão entre os diplomatas, o que caracteriza esta personalidade como empática e mediadora. São líderes que inspiram pela paixão às causas em que acreditam, e se orgulham de guiar grupos de pessoas na direção destas paixões.

São eloquentes, tendo assim facilidade de reunir ideias e comunicá-las a uma audiência. Essa capacidade comunicativa move as pessoas, faz elas se identificarem com mais facilidade aos propósitos expressos pelo Protagonista.

Mas sua capacidade de liderança não fica apenas no discurso, já que os ENFJs possuem também muita empatia pelas pessoas, realmente se dispondo a ajudá-las. Sua crença nas pessoas, otimismo e capacidade de tomar a frente para inspirar outros são os elementos que tornam pessoas com essa personalidade bons gestores.

ENTJ – Comandante

Diferente dos protagonistas, que são mais sensíveis e altruístas, os Comandantes são mais racionais, embora também angariem multidões através do carisma e obstinação próprios.

As pessoas classificadas como Comandantes também gostam de situações desafiadoras, acreditam que podem conquistar qualquer objetivo e pensam estrategicamente em como podem realizar determinados feitos a longo prazo.

São dominantes em negociações, mas bons em reconhecer o talento de outras pessoas, bem como seus defeitos. Devido a essa capacidade analítica, conseguem dar bons feedbacks a sua equipe.

Quer dizer que só essas personalidades são as de bons gestores?

Em resumo, não. Não são apenas essas 4 entre 16 personalidades as únicas com o potencial para se tornarem gestores ou gestoras de excelência. Como destacado no início deste conteúdo, bons gestores podem ter características muito diferentes entre si, até porque há diversos modelos de gestão possíveis, de acordo com as diferentes necessidades de cada empreendimento.

A intenção aqui é salientar que, dentre as 16 personalidades do MBTI, os Empresários, Executivos, Protagonistas e Comandantes são líderes natos, se destacando frequentemente entre figuras lembradas por seus grandes feitos na história e, – por que não? – em cargos importantes de gestão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *